top of page
  • Foto do escritorAdmin

Sindicância e processo administrativo disciplinar para apuração de faltas injustificadas ao trabalho

Atualizado: 2 de jun.

Siga o Prof. Aniello no instagram para saber mais sobre suas palestras, cursos, podcasts etc- Clique aqui


Faltas injustificadas ao trabalho são motivo de preocupação para gestores públicos e privados, já que comprometem a eficiência do serviço prestado e geram prejuízos para a instituição. No setor público, essas faltas podem levar à abertura de um processo administrativo disciplinar, que visa apurar a conduta do servidor e aplicar a devida punição, quando necessário.


O processo administrativo disciplinar é um procedimento formal e rígido, que deve ser conduzido de acordo com a lei e os princípios constitucionais, entre os quais destaca-se a presunção de inocência. Nesse sentido, é importante destacar que a sindicância, que antecede o processo administrativo disciplinar, é uma ferramenta importante para a apuração dos fatos e coleta de provas.


A sindicância tem caráter investigativo e pode ser instaurada a qualquer momento, por iniciativa da administração pública ou por denúncia de terceiros. Seu objetivo é verificar a veracidade das informações e coletar provas que possam ser utilizadas no processo administrativo disciplinar. O servidor acusado é notificado para prestar esclarecimentos e apresentar documentos que possam ajudar na apuração dos fatos.


Caso a sindicância aponte indícios de irregularidades, é aberto o processo administrativo disciplinar. Nesse procedimento, o servidor acusado tem direito à ampla defesa e ao contraditório, ou seja, deve ser garantido o direito de se manifestar e apresentar provas em sua defesa. O processo é conduzido por uma comissão disciplinar, composta por servidores públicos, que deverá analisar as provas apresentadas e produzir um relatório final.


A punição aplicada em caso de faltas injustificadas ao trabalho pode variar de acordo com a gravidade da infração. O servidor pode ser advertido, suspenso ou até mesmo demitido, dependendo da conduta adotada. É importante destacar que o processo administrativo disciplinar deve respeitar os prazos e etapas previstas na lei, sob pena de nulidade.


É fundamental que o servidor público conheça seus direitos e garantias durante a apuração de faltas injustificadas ao trabalho. Ele tem o direito de ser notificado da abertura do processo, apresentar sua defesa, produzir provas e ser assistido por um advogado. Além disso, caso haja falhas no procedimento, o servidor pode recorrer à Justiça para anular a punição aplicada.


Por fim, é importante destacar que a apuração de faltas injustificadas ao trabalho é uma medida importante para a manutenção da eficiência do serviço público e para o combate à corrupção. No entanto, é necessário que a apuração seja realizada com lisura, respeitando os direitos do servidor e garantindo o devido processo legal.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page